Terceirização de Mão de Obra | O que saber?

Hoje em dia diversos condomínios optam pela contratação de mão de obra terceirizada. A princípio o objetivo da ideia era gerar economia ao condomínio, mas hoje sabemos que os custos de contratação direta são semelhantes, portanto trata-se mais de uma questão de preferência.

Apesar disso, existem inúmeros benefícios para quem opta por esse tipo de serviço, pois o síndico delega algumas responsabilidades sobre a gestão de funcionários para a empresa contratada, entre elas:

– Verificar e fazer, quando necessário, a troca de funcionários que não estejam sendo eficientes;
– Garantir que o condomínio não fique sem funcionários;
– Criar uma escala eficiente para o condomínio;
– Abastecer os funcionários com todos os equipamentos necessários;
– Garantir que seja cumprido o que foi descrito em contrato;
– Garantir que todos os funcionários se encaixem em suas funções;
– Dar direcionamento e feedback do trabalho de todos os colaboradores.

Esse tipo de empresa oferece funcionários para diversas funções condominiais. A empresa também fica responsável por treinar e repor colaboradores em caso de ausência. Ao contratar esse serviço, o condomínio deve pagar uma taxa mensal para a empresa escolhida que deve ser responsável por pagar salários, horas extras, impostos e encargos.

A lista de vantagens é grande. O síndico poderá ficar tranquilo sabendo que terá funcionários bem treinados, escalas feitas, gestão de funcionários etc. Devido a isso, deve-se pensar com cautela na hora de contratar uma empresa. Nem sempre a de custo mais baixo poderá oferecer um serviço de qualidade e o síndico deve pesar suas necessidades e o orçamento disponível com o objetivo de encontrar uma empresa que se encaixe perfeitamente no perfil do condomínio.

Apesar disso, também existem desvantagens, entre elas:

– Troca excessiva de funcionários;
– Com uma alta rotatividade de novos rostos a segurança do ambiente poderá ser comprometida;
– A subordinação do funcionário ficará a cargo da empresa, o que pode ser um problema nos relacionamentos condominiais;
– Falta de pagamento dos encargos e tributos trabalhistas, como a responsabilidade é passada para a empresa, existe o risco de haver um pagamento indevido;
– Mesmo tendo cautela, o condomínio ainda pode ter chances de ser condenado na justiça a pagar direitos negados pelas empresas terceirizadas.

É importante que uma decisão como essa seja planejada com antecedência. O ideal é que o síndico coloque em pauta as vantagens e desvantagens desse tipo de contratação e escolha o serviço mais adequado ao condomínio visando sempre o bem-estar dos condôminos e a preservação condominial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *