Como a pandemia digitalizou os condomínios

Se a pandemia da COVID-19 não ocorresse, iríamos desenvolver novas formas de acessibilidade e comunicação virtual de maneira orgânica. Mas o vírus condensou toda essa tecnologia de um futuro não tão imediato em adaptações urgentes em um período muito curto de tempo. Assim, acelerando a transformação digital que já iria acontecer eventualmente em todos os âmbitos de nossas vidas.

Como o universo condominial reflete os acontecimentos e as atualizações do mundo, podemos perceber também como esse fenômeno ocorreu em propriedades por todo o Brasil. Se pararmos para pensar na rotina de um condomínio, podemos enxergar como ela pode ser aperfeiçoada através do desenvolvimento tecnológico e adaptada para os novos contextos pandêmicos.

Um exemplo concreto é a utilização de grupos de WhatsApp para a comunicação entre administração e moradores, já muito explorada por diversos condomínios antes mesmo da pandemia. Nesta rede de comunicação privada, informes importantes podem ser fornecidos rapidamente, além de outras diversas possibilidades de utilização do grupo, que podem ser escolhidas de acordo com a preferência do síndico.

Com o isolamento social, surgiram também as assembleias virtuais, que permitem que proprietários participem da tomada de decisões em qualquer lugar do mundo. A transformação digital já está acontecendo e, daqui para frente, o céu é o limite. A tecnologia pode auxiliar gestores, funcionários e moradores em processos de vigilância, entregas, custos e muito mais.

Exemplo prático de soluções digitais como essas, é o CONDOSERV, o aplicativo da Protest, que possibilita ao síndico monitorar a rotina da gestão operacional e ao morador, ficar por dentro de tudo o que acontece no condomínio, na palma da mão! Você já tinha imaginado registrar um visitante, divulgar um anúncio, fazer uma ocorrência ou o funcionário acessar seu contracheque diretamente pelo celular, a qualquer hora e em qualquer lugar? Nesse sentido, ainda temos o PRODIGITAL, o sistema de prestação de contas digital da Protest, em que o condômino tem acesso aos gastos do condomínio diretamente pelo computador ou celular.

Pensando em futuros cenários em que a pandemia está totalmente controlada e o isolamento social não é mais necessário, essas novas demandas vão impactar permanentemente o mercado imobiliário. Não apenas tecnológicas, mas também relacionadas ao modo de vida durante a quarentena. Por exemplo, como provavelmente o home office vai se tornar algo comum em nossas vidas, espaços de co-working poderiam ser criados para a facilitação do trabalho dos moradores.

Logo, esse impacto digital que a pandemia trouxe para os condomínios vai não só continuar, como tem tendência a se intensificar. O futuro é agora, e cada vez mais vamos observar a utilização da tecnologia dentro (e fora) dos condomínios. Se a sua gestão ainda não conta com esses recursos tão importantes ou se acha que ainda poderia evoluir, conte com a Protest! Entre em contato e converse diretamente com nossos profissionais.

ENTRE EM CONTATO COM A PROTEST 

Quer ver mais conteúdo de qualidade sobre as novas demandas do mercado e administração de condomínios? Nos siga no Instagram, Facebook e Linkedin para trocarmos uma ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *