Tudo sobre golpes em condomínios

Muitas pessoas não sabem, mas a prática de golpes em condomínios no Brasil é mais comum do que parece. Seja num conjunto de casas ou de prédios, há o risco constante de entradas não autorizadas acontecerem quando menos esperamos.

Por isso, a PROTEST te ajuda a identificar o modo como agem esses golpistas e como proceder para evitá-los. É um conhecimento importante para todos que convivem nesse meio, como síndico, funcionários e moradores.

Com o objetivo geralmente resumido à invasão e roubo, provavelmente a ação inicial do bandido vai ser tentar entrar pela portaria se passando por uma pessoa que não é. Abaixo, listamos uma série de “personagens” já conhecidos e muito utilizados por golpistas:

Morador: Os bandidos costumam observar as roupas e modo de vida dos moradores para os copiarem e, assim, ter sua entrada no condomínio permitida pelo porteiro.

Entregador: Nos condomínios em que é permitida a entrega de encomendas na porta de casa, alguns golpistas se passam por entregadores e têm acesso às áreas comuns do condomínio.

Visitante: Muitas vezes, a pessoa sai entrando pela portaria, informando que vai para determinado apartamento e já se direcionando sem nem ter a autorização de funcionários.

Profissional: Com uma identificação falsa e a roupa característica, o bandido pode se passar por diversos prestadores de serviços, como carteiro, agente de saúde, técnico de operadora, corretor de imóveis e até policial.

Geralmente, essas táticas são utilizadas quando há maior fluxo de entrada e saída na portaria. Depois de estarem dentro da propriedade, os golpistas ficam livres para cometer delitos como invasões de apartamentos e roubos na garagem.

Para evitar tais situações, primeiro é necessário que toda a comunidade condominial esteja alerta à possibilidade de golpes.

O papel dos porteiros em casos de golpes em condomínios é essencial! Eles devem sempre comprovar a identidade dos indivíduos que desejam entrar no condomínio para autorizar as entradas. Além disso, esses profissionais não podem cair na lábia dos bandidos, que geralmente sabem argumentar muito bem, ainda mais em situações de pressão. Na falta do porteiro, os moradores devem saber que não podem abrir o portão para qualquer um.

Em situações como essas, vemos a real necessidade da eficiência do controle de acesso em condomínios. Uma das estratégias mais modernas para garantir essa segurança está disponível no app da Protest, o CondoServ! Através do registro de visitantes e acompanhamento de encomendas, o nosso aplicativo monitora a entrada e saída de pessoas no condomínio. Assim, você pode dormir mais tranquilo, sabendo que o síndico está informado do fluxo na portaria.

Todos precisamos dessa garantia que estamos seguros. Se você ainda não tem ou se deseja aprimorar, entre em contato e converse diretamente com nossos profissionais.

ENTRAR EM CONTATO COM A PROTEST

Quer ver mais conteúdo de qualidade sobre as novas demandas do mercado e administração de condomínios? Nos siga no Instagram, Facebook e LinkedIn para trocarmos uma ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *