Síndico, respeite seus limites!

A ocupação do síndico envolve muitas responsabilidades que afetam diretamente o bem-estar e a segurança das diversas pessoas que habitam o condomínio. Essa pressão interna, associada com possíveis reclamações dos moradores, podem levar o gestor ao seu limite.

Se o síndico for morador e não tiver experiência profissional na área, como sabemos que acontece muito, esse cenário pode ser ainda pior. Como se não fosse suficiente, vivemos um momento recluso, com o dever coletivo de permanecer em casa. Este parece ser o ingrediente final para a explosão da mente dos gestores de condomínios.

Apesar de ser comum, nenhuma profissão deve prejudicar a nossa saúde mental! Para evitar que isso aconteça com síndicos e para você saber como proceder caso se sinta assim, a PROTEST separou algumas dicas muito importantes:

1. Estabeleça uma carga horária e a respeite
Assim como todo trabalhador, o síndico também deve ter uma estimativa de tempo trabalhado por dia. É claro que em algumas datas o profissional vai acabar exercendo suas funções mais do que em outras, ainda mais sabendo que as demandas de síndico podem surgir até de madrugada. Mas o ideal é equilibrar essa balança através de uma estratégia para estabelecer uma carga diária de até 8 horas e a respeitar o máximo possível.

2. Invista em momentos com quem você gosta
O trabalho não deve nos consumir. Caso você não tenha ocasiões de lazer com pessoas que te fazem bem, comece agora mesmo a colocar isso em prática. Na pandemia, esse aspecto foi perdido por muitos, mas é essencial que seja recuperado para o nosso próprio bem! Há maneiras seguras de encontrar amigos e familiares mesmo em tempos de distanciamento social: idas a museus ou passeios por espaços abertos são alternativas às já tediosas chamadas on-line.

3. Compartilhe demandas com o subsíndico
O síndico não deve encarar todas as obrigações do condomínio sozinho! O subsíndico é seu braço direito e recomendamos que os 2 profissionais lidem juntos com as demandas que surgem, se possível realizando reuniões frequentes de alinhamento. Além dele, os conselheiros e até moradores interessados também podem participar da gestão condominial, ajudando em áreas específicas como a comunicação.

4. Pratique atividades físicas de sua preferência
Para ajudar os profissionais a aliviar o estresse, os exercícios físicos podem ser uma ótima aposta. Aqui, não estamos falando exatamente de musculação ou corrida, que são geralmente mais exaltados. O que é do seu gosto é o que vale para você! Com certeza esse hábito vai fazer bem tanto para a sua saúde física quanto mental. Prática de yoga, passeios de bicicleta, minutos de caminhada são alguns exemplos de atividades que podem te ajudar a respirar com um pouco mais de calma.

5. Seja PRO e conte conosco!
Seja iniciante ou experiente, todo síndico precisa do suporte de uma administradora condominial. Temos certeza que você e o seu condomínio merecem uma gestão eficiente, ética e transparente. Com a PROTEST, você garante isso tudo e, ainda por cima, um atendimento personalizado, com um gerente dedicado exclusivamente às demandas do seu condomínio. Isso sim é um alívio na vida profissional (e até pessoal)! Aproveite o suporte PRO, entre em contato e converse diretamente com nossos profissionais.

ENTRAR EM CONTATO COM A PROTEST

Quer ver mais conteúdo de qualidade sobre as novas demandas do mercado e administração de condomínios? Nos siga no Instagram, Facebook e LinkedIn para trocarmos uma ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *